Brasil: Finom participa de “Encontro do Pacto Nacional pela Promoção do Respeito à Diversidade, Cultura de paz e dos Direitos Humanos”

. . . EDUCACIÓN PARA LA PAZ . . .

Um artigo do site da Faculdade do Noroeste de Minas

O “Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, Cultura da Paz e Direitos Humanos” completou um ano em novembro de 2017. A ocasião foi marcada por um encontro, em Brasília, para que as instituições pudessem apresentar suas iniciativas e trocar experiências. O evento ocorreu entre os dias 5 e 6 de dezembro, na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), com a participação de 64 instituições de educação superior.

O pacto é uma iniciativa do Ministério da Educação, com o apoio do Ministério dos Direitos Humanos, e objetiva promover a educação em direitos humanos na educação superior e a superação da violência, do preconceito, da discriminação, além de promover atividades educativas de promoção e defesa dos direitos humanos nas instituições que aderem ao programa.

(Artigo continuou na coluna à direita)

(Clique aqui para a versão inglês.)

Question for this article:

How do we promote a human rights, peace based education?

(Artigo continuação da coluna esquerda)

Na condição de uma das mais de 300 instituições brasileiras inscritas no Pacto Universitário, a Finom se fez representar no encontro de um ano do Pacto pelo Diretor Acadêmico, professor José Ivan.

A dinâmica do encontro foi muito bem organizada, pois por meio da metodologia adotada, os trabalhos participantes foram divididos em grupos e todos tiveram a oportunidade de apresentar os programas de trabalho que vêm sendo executados nas instituições no âmbito do programa em pauta.

O principal objetivo desse evento foi promover a troca de experiências entre as instituições, e, a meta foi plenamente alcançada, já que o ponto de maior destaque do encontro foi exatamente a partilha de vivências institucionais.

De acordo com o professor e Diretor Acadêmico, José Ivan, “o encontro foi uma ótima oportunidade para se colher informações que enriquecem ainda mais o programa institucional de promoção da educação em direitos humanos e pela cultura de paz e pelo respeito à diversidade”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *